Desafio sem plástico

No comecinho de julho minha amiga Fê Canna me convidou a aderir ao desafio Julho sem Plástico (#plasticfreejuly) e eu fiquei de contar a vocês um pouco mais sobre as minhas iniciativas, principalmente relacionadas à alimentação.

Realmente, quando a gente pára pra prestar atenção no nosso consumo de plástico, é um desafio e tanto. Muitas vezes eu não consegui recusar, ou pensar em alternativas e me senti bastante frustrada.

Eu sei que o tema aqui costuma ser alimentação vegetariana, mas boa parte das pessoas que aderem a esta opção alimentar, começa tirando a carne do cardápio e, logo menos, está evitando os produtos ultraprocessados, preferindo orgânicos e procurando reduzir seus impactos no ambiente, a começar pelo prato.

Os problemas associados aos resíduos plásticos não estão só relacionados a aspectos ambientais, mas impactam diretamente na sobrevivência dos animais aquáticos, sendo, portanto, mais um braço das questões éticas ligadas à proteção animal. Certamente você já viu alguma imagem impactante nas redes sociais de animais sendo sufocados por plástico, ingerindo plástico ou sofrendo por algum motivo que envolve o plástico.

É preciso e urgente recusar o plástico sempre que possível. E a gente costuma achar que isso não resolve, já que o produto vai continuar existindo na prateleira do mercado. Mas a longo prazo sim. É a velha história da oferta e da demanda. Se a gente deixa de demandar produtos com plástico, em questão de algum tempo a indústria tem que se adaptar a buscar alternativas melhores para atender a consumidores mais conscientes.

Pois bem. E como é que a gente faz isso?

Listo a seguir algumas dicas pra gente começar:

– Guarde as garrafas e frascos de vidro comprados previamente para armazenar os alimentos e sobras.

– Cubra tigelas com pratos ou panos de prato, ao invés de utilizar plástico-filme.

– Se você possui potes de plástico na cozinha, use-os até que não estejam mais aptos para o uso.

– Armazene hortaliças e ervas em potes reutilizáveis, panos de prato ou sacos de pano.

– Embale marmitas, sanduíches e snacks em panos de prato ou tecidos reutilizáveis.

– Congele alimentos em potes de vidro (e descongele no banho-maria) ao invés de utilizar saquinhos para congelamento.

– Prefira comprar grãos, farináceos e castanhas a granel, utilizando sacos de pano ou potes reutilizáveis (apenas tome cuidado com o local de compra, para que haja um controle adequado das condições de armazenamento desses alimentos).

– Tenha sacolas de tecido sempre na bolsa para eventuais compras no caminho, recusando as sacolinhas de plástico.

– Coloque as compras de hortifruti feitas no mercado ou na feira direto no carrinho ou em sacolas de tecido, para evitar os saquinhos.

– Leve sempre uma garrafa de inox ou vidro para evitar as garrafinhas de plástico.

– Tenha consigo um copo ou caneca para recusar os copos descartáveis e canudos de plástico, assim como talheres reutilizáveis.


Considerações…

É claro que isso tudo ainda é muito pouco perto da infinidade de coisas de plástico que ainda somos obrigados a comprar nos mercados, mas já é um começo. Então, se você se sentir tocado mas não sabe por onde começar, siga o conselho do professor Mário Sérgio Cortella: “faça o teu melhor, na condição que você tem, enquanto você não tem condições melhores, para fazer melhor ainda!”.

Apenas comece! Preste atenção nas suas compras, nas suas escolhas. Mude aquilo que puder, uma coisa por vez, comemore pequenas mudanças. E não se frustre caso não consiga fazer tudo. Continue tentando. Não precisamos ser perfeitos, mas há sempre espaço para melhorar, aprimorar e ser melhor pro mundo em que compartilhamos.

Essas iniciativas são mais voltadas pra alimentação, mas existem muitas outras. Por isso, vou indicar abaixo alguns perfis do Instagram pra gente se inspirar:
@fecanna
@furo.eco.br
@por_favor_menos_lixo
@minimizando.com.br
@fefapimentanatural
@_paninhos
@zerowaste.br
@menos1lixo
@ondeequeta

Tem mais ideias bacanas? Compartilhe comigo pra eu poder compartilhar aqui também!

Seguimos!

Natália Utikava
Nutricionista
CRN/SP 40.387
(11) 95745-0026


Posted by Natália Utikava